A todos os que visitais este espaço, votos sinceros de paz e bem!

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

S. FRANCISCO DE ASSIS A FORÇA DE UMA VIDA


S. Francisco toda a sua vida pregou Jesus Crucificado com abundância de coração, eloquência de espírito. Alguém dizia: S. Francisco é tudo: mas não foi ele que criou o mundo! Mas quem até hoje mais informado sobre a criação do mundo foi concerteza S. Francisco de Assis.
A ideia de Deus – Criador tornou-se para ele ideia forte e espírito aberto. Todos nós pensamos que conhecemos a Oração do Pai-nosso; mas há entender e entender. Francisco não exige nunca que os outros mudem. Essa exigência é só para si. È ele quem primeiro sente a necessidade de mudar. Francisco é um coração, cheio de ternura em relação aos irmãos que pecam. Ama os que lhe causam aborrecimentos. E ama-os precisamente desta maneira. Francisco quer, até ao extremo, respeita o negativo dos outros irmãos e mantém a fraternidade, apesar de todos os desapontamentos e de todas as rupturas. S. Francisco é um humilde cântico da terra que no silêncio da aurora, após uma noite de tempestade, sente passar sobre ele uma brisa de ternura.
Ele tem um coração de paz e um novo olhar para Deus, mais purificado, incutindo novas energias. Nada o impedia de avançar para a Cruz de Cristo Crucificado. Uma alma soalheira que o mais importante não era ser fundador duma instituição nem fazer vingar uma obra assinalada com a sua marca pessoal: muito mais importante era converter-se ele mesmo num verdadeiro irmão de toda a gente, irradiando a bondade do Pai.” Verdadeiramente pacíficos são aqueles que, seja o que for que neste mundo tenha de sofrer, sempre por amor de Nosso Senhor Jesus Cristo conserva em paz a alma e o corpo”.Ninguém como Francisco sentiu ou compreendeu a ideia de Deus Criador. A caridade tem a origem em Deus nosso Criador, como Francisco de Assis a entendeu. É isto que faz a sua elegância do seu espírito.
Não há nada mais encantador que as repreensões de S. Francisco a seus frades. Francisco ao chegar ao Alverne para ai celebrar a Quaresma, do Arcanjo S. Miguel, as aves vieram para lhe dar as boas vindas. Ora esta amizade com os passarinhos dá para ver quanto vale a sua confiança na natureza. Mas entre as aves, S. Francisco encontrou até ao final da sua vida um amigo e companheiro o seu Falcão, que estava fazendo o seu ninho nutrindo tal afeição por ele, que todas as noites o avisavam, com o seu cântico à hora de rezar.
Aqui temos Francisco de Assis como modelo para apaixonar a humanidade.

2 comentários:

maresia disse...

Amigo Frei Cardoso, Paz e Bem!
Que ternura de textos sobre São Francisco aqui encontrei.
Nunca, como hoje, São Francisco e o seu testemunho de vida, foram tão actuais, pois nunca se falou tanto da Natureza, como nos nossos dias.
Aqui voltarei em breve. Continue pois em "PENSAMENTOS" encontramos alento para o caminho.
Seja por Caridade

Kenosis disse...

Pax et Bonum, Frei! Que maravilha de céu este seu espaço sagrado de pensamentos! Quanto o mundo precisa disso, de um espaço assim a fim de levar os ares de céu montanha abaixo...Obrigada pelos belos textos meditativos e edificantes que partilha com todos nós! Vou adicionar o senhor. Peço sua bênção e que não me esqueça em suas santas orações. Jesus Amado, aDoce Mãezinha e o Terno São Francisco lhe abençoem muito e ao seu caminho para Eles!Abraços fraternais da menorzinha de suas irmãs in Domino et Maria semper!

 
© 2007 Template feito por Templates para Você